Fórum -Sistema de Cotas

Para alunos do 2ºAA Etec

elgafac

Olá turma,

Com base na charge e em seus conhecimentos, faça um comentário sobre o sistema de cotas. Você é contra ou a favor? Para saber mais sobre o sistema de cotas, leia aqui e assista esse vídeo.

O comentário deverá conter:

 – Embasamento teórico

 – Citação

 – Minimo 02 parágrafos

– Referências Bibliográficas

Ps- Não esquecer de colocar o nome e o número. 

Abraços,

Anúncios

21 comentários sobre “Fórum -Sistema de Cotas

  1. Cotas para o intelecto.

    Hoje em dia, muito se fala das Cotas Raciais que foram recentemente aprovadas pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF). As cotas raciais são a reserva de vagas em instituições públicas ou privadas para grupos específicos classificados por etnia, na maioria das vezes, negros.

    Todos nós já ouvimos a história de que o negro foi trazido escravo contra sua vontade, e foi sendo marginalizado até o fim da escravatura, mas poderia uma pessoa de outra cor ceder sua vaga somente pela ancestralidade do negro? Pois, por mais que o negro tenha sofrido na época da escravidão, não seria ele liberto agora? E com direitos iguais a todos? Pois bem, por mais que insistam em dizer que as cotas raciais aos negros sejam tão merecidas, não seria também um racismo contra as outras raças? O Brasil é o povo mais miscigenado do mundo, portanto, não seria um tipo de preconceito definir quem é negro ou não?

    Outro ponto importante é, não é a cor da pessoa que define suas habilidades e capacidades, mas sim seu intelecto e força de vontade. Milhares de cidadãos brasileiros estudam muito e se esforçam cada vez mais para passar em um vestibular, não seria injusto conceder um privilégio a um negro só por causa da sua pele? Sendo que ele, um branco ou um pardo estariam na mesma posição social e poderiam frequentar as mesmas escolas?

    Assim sendo, uma pessoa que entrou em uma faculdade graças as suas cotas poderia não ser melhor do que outra pessoa que se esforçou e estudou para conseguir esse mérito. Assim diz Jair Bolsonaro: “Eu não entraria em um avião pilotado por um cotista nem aceitaria ser operado por um médico cotista.”

    Bibliografia:
    https://acidblacknerd.wordpress.com/2013/05/10/10-motivos-para-ser-contra-as-cotas-raciais/
    http://www.reflexaogeral.com.br/2011/05/cotas-raciais-argumentos-contra.html

    Curtir

  2. “Pois defendo que não há tempo para esperar que o sistema melhore seu próprio compasso, com medidas só de incentivo aqui e acolá, pois sempre estaremos muito atrás dos países que já são bons e ainda se aprimoram.”
    Eu sou contra cotas nas universidades, não só pelo motivo de que “estamos impondo a diferença de raça de forma clara no Brasil”. A sociedade tem que se decidir, se deve ou não incentivar minorias, grupos ou gêneros, inclusive os casos em que pretendem reparar as injustiças impunidas.
    Eu não defendo o sistema de cotas nas universidades porque, a questão do mérito é fundamental.
    Precisamos é melhorar o ensino básico brasileiro (que é um dos piores) e deixar de querer corrigir injustiças e abusos que ocorrem (que é claro, devem ser punidos) e pensar em outros programas sociais.
    O Brasil e o brasileiro deve avançar na escala social como merecem, com esforço e mérito!
    Isabela Silvestrini nº14 2ºAA

    Curtir

  3. Hoje uma a cada duas vagas das universidades estão destinadas para egressos do ensino publico, negros, índios e pardos. É como se o governo estivesse incitando as diferenças e a discriminação entre raças e neveis sociais. Hoje pregamos tanto sobre a igualdade social, mas continuamos diferenciando as pessoas.
    Claro que não podemos esquecer o passado horrível dos negros, a escravidão. Mas tentar compensa-los agora por causa do passado é absurdo. É um racismo, pois as cotas raciais está apenas afirmando que negros, pardos e índios são sim diferentes. Como diz Roberta Kauffman, advogada do DEM ” A imposição de um modelo de estado racionalizado, por obvio, traz consequências perversas para formação da identidade de uma nação. […] Não existe racismo bom. Não existe racismo politicamente correto. Todo racismo é perverso e precisa ser evitado”.
    Nicole Paschoalinotto, nº22

    Curtir

  4. As cotas raciais é um benefício que os negros tem, principalmente quando vai prestar algum vestibular, mesmo que não tenham atingido uma nota tão boa, eles passam na frente de uma pessoa que não tem a utilização das cotas, ou seja, um branco. Acho isso uma injustiça, sou completamente contra as cotas raciais. Em uma situação hipotética, imagine que um negro tenha sempre estudado em escola particular e um branco também, então eles vão prestar algum vestibular e o branco consegue uma nota a mais que o negro, quem vai ter mais chance mesmo assim é o negro, porque ele tem cotas, ou seja, passará a frente do branco.
    Sabemos que no passado os negros tiveram uma vida sofrida, eram maltratados e diferenciados como animais, e por isso o benefício das cotas raciais. Mas hoje em dia o mundo é outro, ainda existe o preconceito mas não é tanto. Mesmo com tantos argumentos defendendo as cotas, ainda acho injusto porque somos todos iguais.

    Curtir

  5. Eu sou contra, pois eu acho que as vagas não devem ser separadas e sim abertas a todos os tipos de pessoas, sem serem distintas, os negros devem ceder uma vaga conquistada com meu mérito a uma pessoa de cor branca? Já pensou se um índio invadisse sua casa para pedir compensação pelas terras que o homem branco tomou dele? Que diferença faz se tal pessoa é branco ou negro? O que interessa não é a cor dela, mas a sua qualidade.

    Um país justo não é um país que tem igualdade absoluta entre brancos, pardos, amarelos e negros; mas um país onde qualquer um, não importando a cor ou a origem, possa perseguir seus sonhos através do fruto de seu trabalho. As cotas raciais produzem um efeito horrível na sociedade, pois elas aumentam a identificação racial num tempo onde sabemos que não existe raça branca ou negra apenas a humana. eis a minha opinião!

    Nº 17
    2ªAA

    Curtir

  6. Igualdade x justiça

    Vivemos em pais democrático,porem nem sempre a igualdade significa justiça.
    Com o desenvolvimento do capitalismo industrial cresceu também a desigualdade social.
    Após a abolição da escravatura muitos negros não tiveram oportunidades, por causa do preconceito racial estabelecido no Brasil do seculo XIX ,os ex escravos acabaram sendo isolados socialmente e criando uma classe marginalizada.

    Com esse fatores citados acima podemos chegar a uma conclusão:

    As cotas não são formas de aumentar o preconceito e a desigualdade mas dar oportunidades para que alguns alcancem a igualdade
    Um jovem branco possui mais oportunidades sim que um negro pois em nosso pais NÃO existe igualde até pode existir na legislação mas não em nosso comportamento.
    Devemos parar de fantasiar e ser subjetivos idealistas e viver a realidade, e em nossa realidade as cotas são necessárias. Não é crime sonhar com um pais onde a maioria dos negros ssejam engenheiros, doutores e técnicos.

    https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=0CAYQjB1qFQoTCLW8-MXlj8gCFYwPkAodC4MDng&url=http%3A%2F%2Fwww.confradewashington.com.br%2F2014%2F06%2Fguia-de-respostas-para-frases-prontas-sistema-de-cotas.html&psig=AFQjCNHtd2GxSx12Mphv0zgJ3a6ptXeHOw&ust=1443186571691511

    Curtir

  7. As melhores faculdades são as publicas e as melhores escola de ensino médio são as particulares e quando você entra em uma escola particular a maioria da sala são compostos por alunos brancos, ou seja, os negros levam desvantagem mesmo sendo a maioria da população brasileira. Os negros são alvos de racismo, e eles tem o mesmo direito que uma pessoa branca tem, e eles devem ter as mesmas oportunidades. Aqui no Brasil é dificil ver uma pessoa negra andando em um carro de luxo, em um hotel de luxo, ou trabalhando em cargos valorizados. Nós devemos mudar isso, se os negros são a maioria, eles também devem ter as mesmas oportunidades e vantagens que uma pessoa branca tem.
    Muitas pessoas falam que o racismo não existe mais e isso é uma grande mentira, muitos acham que lugar de negro é fazendo faxina, ou em cargos desvalorizados e é por isso que existem as cotas, para mudar essa visão.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Eu não defendo o sistema de cotas nas universidades porque, diferentemente do que ocorre em outras áreas, nas instituições educacionais de alto nível, no caso do Brasil, principalmente nas universidades públicas, a questão do mérito é fundamental e pressupõe, além da bagagem acadêmica necessária para responder aos desafios do curso, que seja analisada a verdadeira vocação do aluno, uma vez que são os mais vocacionados os que possuem mais chances de se tornarem os profissionais ou cientistas que se pretende formar nestas instituições, estabelecendo-se qual perfil de aluno é mais adequado às necessidades do país, independentemente de cor, credo, sexo etc.,
    No ensino superior brasileiro 52% dos alunos são oriundos dos 20% mais ricos na população, enquanto 2,7% são oriundos dos 20% mais pobres. Ou seja, nosso modelo é cruel e inexplicável!

    Curtir

  9. Eu sou contra cotas por raça nas universidades, não só pelos motivos que
    normalmente se coloca: de que estamos instalando agora a diferença de raça de
    forma clara no Brasil.
    Em todos os sistemas de cotas, ou políticas afirmativas (no trabalho, por
    exemplo, como a porcentagem de vagas obrigatórias para portadores de deficiência) a
    sociedade deve decidir se deve, ou não incentivar minorias, ou gênero, ou grupos,
    inclusive quais os casos em que pretende reparar injustiças sofridas por determinados
    grupos que forem considerados socialmente prejudicados, ou que apresentem
    dificuldades de competitividade por não terem acesso às mesmas oportunidades do
    restante da população.

    Curtir

  10. O sistema de cotas raciais no Brasil não beneficia apenas os negros. Nas instituições públicas da Região Norte, por exemplo, é comum a reserva de vagas ou empregos para indígenas e seus descendentes. Algumas universidades também destinam parte de suas vagas para candidatos pardos.
    Eu sou a favor das cotas raciais pois existe muita desigualdade no Brasil, ainda mais com situação econômica do nosso pais acaba deixando muitos jovens sem fazer faculdade, pela falta financeira ou até mesmo pela desigualdade.
    http://www.brasilescola.com/educacao/sistema-cotas-racial.htm
    Michele Maria da Silva n°21

    Curtir

  11. O sistema de cotas foi criado para que não aja desigualdade entre negros e brancos,o sistema aqui no Brasil não beneficia apenas negros,mas também para indígenas e seus descendentes.
    Isso foi criado por causa que antigamente os negros eram escravizados,mas se pensarmos assim,os judeus que morreram aqui no Brasil,também teriam que adotar isso a ele? ou não?.
    O Brasil apresenta a segunda maior população negra do mundo,ai eu me faço a seguinte pergunta:
    se o Brasil tem tantos negros,por que vemos tão poucos em um trabalho bom e digno e em universidades? Será que beneficia mesmo as pessoas? Ou os negros tem medo de entrar em uma faculdade e ser julgado por isso?.
    Minha opinião sobre isso é que deveria ter sim as cotas raciais,pois na época foi 354 anos de escravidão,ou seja,os negros trabalharam durante durante todo esse tempo para,apenas enriquecer os brancos,só que muitas pessoas “brancas” não compreendem oque ele passaram.
    Mesmo que a escravidão tenha acabado,não tem como esconder que eles são mais pobres que outras raças,isso já foi até comprovado por meio de pesquisas,mas na verdade não precisava nem de uma pesquisas,pois isso está claramente nos nossos olhos.

    Curtir

  12. As cotas em processos seletivos para ensino superior foi regulamentada, no Brasil, pela Lei 12.711, a chamada Lei de Cotas, que beneficia o acesso de estudantes da rede pública em instituições de ensino superior federais, com separação de vagas para candidatos de baixa renda, negros e índios.As cotas foram criadas para que haja um melhor aceitamento de raças distintas nas universidades. Mas por que beneficiar somente esses seres, sendo que, segundo o artigo 5º da Constituição Federal brasileira somos todos iguais, sem distinção de qualquer natureza? Argumentos como “pessoas com raças distintas são menos favorecidas em vestibular”, “é um meio de beneficiar o que passaram anteriormente”, são nada mais que nada. Pessoas menos favorecidas em vestibular são as que não possuem conhecimento necessário. E como um sistema de cotas irá retribuir o que passaram anteriormente? Não tem como beneficiar com cotas o que passaram com sofrimento, cotas raciais não passam de uma maneira de desacato a eles mesmo, seria como dizer à pessoas com raças distintas “Desculpe pelo sofrimento que passaram. Em troca entregaremos as cotas, porque vocês não tem condições de passarem sozinhos.”
    As cotas também estão presentes para beneficiar os seres com baixa renda e pessoas que concluiram o ensino médio em escolas públicas, nas universidades. Mas qual é a diferença de seres que estudam em escolas públicas e/ou tem baixa renda para os estudantes de escola particular? O dinheiro pode ser uma dessas diferenças, mas para quem quer realmente aprender, tem como ir atrás do conhecimento, dinheiro não compra conhecimento, as possibilidades são várias. O dinheiro pode atrapalhar, sim, ele sempre atrapalhará, mas o melhor conhecimento é o merecido. Segundo Paulo ghiraldelli Jr., “A cota social é esmola, tem mesmo cheiro da ação de reis e padres da idade média, e aparece no estado moderno travestida de política”, realmente, não passa de uma esmola.
    Porém, realmente o racismo e também a desigualdade social prejudica o estudo dos jovens, isso é fato. Então o que é certo? As pessoas vivem apegadas àquilo que traduzem como certo e verdadeiro, assim elas definem a realidade. Mas o que significa correto e verdadeiro? Meramento conceitos vagos e sujetivos… A realidade deles pode muito bem ser uma miragem. Podemos considerar que todos simplesmente vivem em seu próprio mundo, amarrados cegamente por suas crenças, não acha?

    Referências:
    https://ghiraldelli.wordpress.com/2010/03/07/cotas-2/
    http://vestibular.mundoeducacao.com/cotas/argumentos-contra-as-cotas.htm
    http://sistema-de-cotas.info/cotas-sociais.html

    Nome: Valier A. Sasso Jr.
    nº: 26
    2º AA ETEC

    Curtir

  13. Se o Estado brasileiro racista priva a população negra dessas oportunidades é dever desse mesmo Estado construir mecanismos para mudar isso. O movimento negro sempre reivindicou cotas juntamente com a melhoria do ensino de base. Só que, segundo pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), demoraria por volta de 50 anos para que a educação de base fosse de qualidade. Quantas mais gerações condenaríamos sem as cotas?
    Cotas e investimento no ensino de base não são tópicos excludentes, ao contrário, devem acontecer concomitantemente. Cotas não são pensão da previdência, são medidas emergenciais temporárias que devem existir até as distâncias diminuírem
    http://www.cartacapital.com.br/sociedade/ser-contra-cotas-raciais-e-concordar-com-a-perpetuacao-do-racismo-1359.html

    Curtir

  14. A lei das cotas universitárias foram criadas com o objetivo de proporcionar oportunidades aos negros, índios e pobres… Porém, a inconstitucionalidade da lei é clara, já que segundo o artigo 5º da Constituição Federal brasileira somos todos iguais, sem distinção de qualquer natureza. Deste modo a reserva de cotas somente confirmaria a segregação social e racial existente no país. Assim, não há motivos de diferencia-los em meio aos outros candidatos…
    Muitos dizem que essa lei é uma maneia de recompensar aos negros, o tempo da escravatura. Mas, já não houve a abolição da escravatura? Eles não tem liberdade total para fazerem o que querem, como um cidadão qualquer? Então, qual o objetivo? Assim, como um cidadão qualquer o negro pode sim, concorrer com os outros indivíduos, sem vantagens.
    Além disso, se observamos bem é uma maneira de expressar um preconceito discreto… Só por que são negros, índios ou pobres que eles não tem capacidade intelectual suficiente para concorrer com os outros candidatos?
    Assim, queremos igualdade dentre os povos, sem vantagens a uns e desvantagens aos outros. Somos todos cidadãos livres, com direito a escolhas do queremos ser na vida, justificando que, os negros, índios ou pobres não precisam ser beneficiados, pois podem decidir ligeiramente as escolhas de seu futuro.

    http://vestibular.mundoeducacao.com/cotas/argumentos-contra-as-cotas.htm#ixzz3mtyDoYuV
    Iasmin Vitoria. N 14, 2 AA

    Curtir

  15. Cotas raciais são um sistema para diminuir a desigualdade entre negros e brancos.
    No Brasil aplicaram as costas em concursos públicos para que os negros consigam passar mesmo não ”tirando a nota máxima”, isso para muitos é considerado desigualdade, pois uma pessoa estuda sua vida inteira para tirar uma nota máxima em um concurso, mas por causa das cotas ela não passa e acaba perdendo a vaga.
    As costas existem para poder ajudar os afrodescendentes a passar em um concurso publico, mas acaba sendo injusto com uma pessoa que estudou e não passou por causa das cotas. As costas querendo ou não é para uma coisa boa, no entanto ainda pode ser desigual para as duas raças… Se os afrodescendente querem ter uma boa qualidade de vida estude para poder passar em uma cursinho como todos os outros.
    Vinicius Rafael Laranjeira
    Nº27
    2ºAA ^^

    Curtir

  16. Após a abolição da escravidão os negros foram livres para serem donos de si próprio, porém foram libertos sem nenhuma condição social, foram libertos da senzala e levados a favela, não foram ajudados com pedaços de terra, nem tiveram a oportunidade de empregos dignos. Diferentemente dos imigrantes europeus que foram trazidos na época da revolução industrial e receberam terras e tiveram acesso ao trabalho remunerado. É necessário conhecer a história deste País para entender porque certas medidas, como ações afirmativas, são justas e necessárias. Elas precisam existir justamente porque a sociedade é excludente e injusta para com a população negra.
    As cotas raciais são necessárias para a implantação da igualdade, a maioria dos negros ainda é discriminada e sofrem racismo, elas não são para privilegiar, são medidas emergenciais temporárias que devem existir até as distâncias diminuem.” Pesquisem sobre o conceito de equidade aristotélica (de Aristóteles, o filósofo grego) as ações afirmativas também se baseiam nele, que basicamente significa tratar desigualmente os desiguais para se promover a efetiva igualdade. Ou seja, se duas pessoas vivem em situações desiguais, não se pode aplicar o conceito de igualdade abstrata porque concretamente é a desigualdade que se verifica. Aquela pessoa que está em situação de desigualdade precisa de mecanismos que visem o acesso dela à cidadania.
    Logo, ser contra uma medida que visa combater essas distâncias criadas pelo racismo é ser a favor da perpetuação do racismo. E se você se coloca contra, isso te torna o quê?

    Curtir

  17. Sou contra as cotas raciais, pois todos falam que somos ”todos iguais”, se todos são iguais por que existe essa cota favorecendo aos negros? Não esta certo isso, pelo fato que se, qualquer pessoa for prestar um vestibular, e estudar mais mesmo assim por pouco não consegue passar a outra pessoa que já sabe que vai poder usar a cota vai acaba passando com mais mérito, e talvez nem se esforce tanto assim.
    As cotas raciais produzem um efeito horrível na sociedade, pois elas só aumentam a identificação racial num tempo onde sabemos que não existe raça branca ou negra. Apenas a humana.
    Então se somos todos humanos. Chega de coitadismo. Os negros têm o mesmo potencial de todos os outros, ninguém e melhor que ninguém. Na minha opinião, quem precisaria mesmo de cota é o deficiente físico, pois ele sim, por ter uma certa dificuldade poderia contar com essa ajuda. Negros, assim como brancos, não precisam de uma ajudinha para vencer e se formarem, o que basta é ter conhecimento e esforço pra quilo que quer.

    Curtir

  18. As cotas raciais alimentam o preconceito ao invés de acabar com ele
    ,produzem um efeito horrível na sociedade, pois elas aumentam a identificação racial num tempo onde sabemos que não existe raça branca ou negra – apenas a humana.

    Se a ciência já jogou por terra a questão racial, por que deveríamos promover políticas públicas com base nelas? Se só existe a raça humana, por que o governo promove a identificação racial de seus cidadãos?

    Todos somos humanos. Chega de coitadismo. Os negros têm o mesmo potencial de todos os outros. Quem precisa de cota é deficiente físico. Negros, assim como brancos, não precisam de um ajudinha para vencer se se esforçarem. Não há motivo para destinar cotas para pessoas apenas pela cor de suas peles.

    Gabriel F.N
    N°8

    Curtir

  19. Ao ver o plano do governo com o sistema de cotas universitárias é quase impossível se ver contra ela pois ela vem batendo de frente com uma realidade completamente absurda e inaceitável.
    O plano do governo com o sistema de cotas, de maneira resumida, é fazer com que haja maior número de alunos negros nas universidades brasileiras, mas para quê? Dados de 2010 mostram que os negros representavam 7,52% da população brasileira. Sendo assim, porque desse programa?
    Bem a história é longa. Se você entrar em uma universidade e olhar os alunos tem em média 15 alunos brancos para 1 aluno negro, e 20 alunos brancos pra 1 aluno pardo. Isso é crítico e jamais se veria existir tal fato. Portanto o Governo deduziu que os negros e pardos pela opressão obsessiva da população tinham menos chances e condições de estudar, assim criando “As Cotas Universitárias”, que dá um acréscimo a nota do candidato que seja negro, pardo ou pobre para que ele tenha uma chance maior de entrar na universidade desejada, visando assim tentar igualar o número de alunos negros, pardos e pobres com o número de alunos brancos. Exemplo de desigualdade é:

    Joaquim Barbosa foi o primeiro presidente negro do Supremo Tribunal Federal (STF):
    “Antes de Joaquim Barbosa, o Supremo Tribunal Federal teve apenas outros dois ministros negros. O último deles, Hermenegildo de Barro, saiu do cargo em 1931. Ou seja, a corte ficou 72 anos sem nenhum representante afrodescendente. Em 2012, Barbosa se tornou o primeiro presidente negro da mais alta corte do país.”

    Citação de Joaquim Barbosa quando foi feita a eleição da aprovação do sistema de Cotas:

    Joaquim Barbosa, ex-ministro do STF:

    (Votou a favor das cotas raciais)

    “Ações afirmativas se definem como políticas públicas voltadas a concretização do princípios constitucional da igualdade material a neutralização dos efeitos perversos da discriminação racial, de gênero, de idade, de origem. […] Essas medidas visam a combater não somente manifestações flagrantes de discriminação, mas a discriminação de fato, que é a absolutamente enraizada na sociedade e, de tão enraizada, as pessoas não a percebem.”

    Curtir

  20. O assunto é bastante polêmico e nada indica que um dia deixará de ser. O Brasil tem atualmente a segunda maior população negra do mundo (atrás apenas da Nigéria) e é inegável que o país tem uma dívida histórica com negros e indígenas. Por outro lado, as cotas raciais já prejudicaram várias pessoas que perderam vagas ou empregos para concorrentes com menor pontuação ou qualificação. As raças não existem. O racismo existe, é uma construção cultural baseada em infundados princípios de uma suposta inferioridade da população negra. A partir disso, alguns países adotaram políticas de proteção aos negros, como uma legislação antidiscriminatória, além de ações afirmativas para realizar a necessária integração do negro. Nenhuma dessas alternativas, no entanto, solucionaria as desigualdades no acesso ao ensino superior da população brasileira. É necessário melhorar a qualidade de ensino no Brasil, abrangendo e beneficiando a todos os alunos.

    Curtir

  21. escolar que o governo deveria resolver na educação básica e profissionalizante, em escola publicas É incontestável que o Brasil tem, constitucionalmente, o objetivo fundamental de construir uma sociedade livre, justa e solidaria, assim como promover a redução das desigualdades, sem preconceito de raça ou qualquer outra forma de descriminação.
    Todos são iguais, afirma a constituição federativa do Brasil, mas, para que essa igualdade seja efetivada, é necessário tratar os iguais de maneira igual e os diferentes de maneira diferente, na medida de suas desigualdades, para que a justiça prevaleça. Nesse contexto, admite-se a utilização de ações afirmativas. As cotas deveriam privilegiar alunos pobres, sejam eles brancos pardos ou negros. O critério de diferenciação seria a renda, não a raça. Alguns candidatos optam pelo sistema de cotas não para contornar a segregação racial, mas apenas para buscar um acesso mais fácil ao ensino superior. Com isso, seria transferido para o ensino superior um problema de competência.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s